Hemorragias digestivas

A hemorragia digestiva é um sangramento que ocorre no trato digestivo. Esta hemorragia pode ser  chamada de Hemorragia Digestiva Alta quando o sangramento é originário de vasos ou órgãos localizados proximalmente à transição duodeno-jejunal (ex: esôfago e estômago); enquanto a denominada Hemorragia Digestiva Baixa é aquela que ocorre em órgãos distais à transição duodeno-jejunal (como por exemplo: íleo, cólon e reto).

Existem diversas causas possíveis de sangramentos digestivos, como por exemplo, neoplasias, úlceras, varizes esôfago-gástricas, divertículos, aneurismas viscerais e angiodisplasias. Grande parte das hemorragias digestivas são auto-limitadas, ou seja, melhoram com medidas clínicas, entretanto, em algumas situações pode ser necessário um procedimento de embolização para controle do sangramento.

Como é realizado o procedimento de embolização?

A embolização é realizada durante um procedimento de arteriografia ou flebografia. Trata-se de um procedimento moderno, com utilização de recursos tecnológicos que permitem que a técnica seja realizada com apenas um pequeno furinho na virilha ou no punho, utilizando-se na grande maioria das vezes apenas anestesia local.

Um pequeno cateter é introduzido por meio desse furinho, de forma indolor, e então navega por dentro das artérias até chegar ao ponto onde esteja ocorrendo o sangramento.
Em seguida, o médico Radiologista Intervencionista provoca a oclusão dessas artérias (embolização), a fim de obstruir o seu fluxo sanguíneo e, consequentemente, o sangramento. Ao final do procedimento retiram-se os cateteres e é feito um curativo no local do furinho.

Existem riscos relacionados a esse tipo de procedimento?

Todo procedimento médico contempla alguns riscos. Entretanto, de modo geral, os métodos intervencionistas percutâneos são aqueles que apresentam os menores índices de complicações. Dos riscos possíveis, os principais são observados no local da punção na virilha ou no punho, como por exemplo dor e hematoma. Raramente podem ocorrer embolizações de órgãos vizinhos. Os médicos do Dica Médica tomam todo o cuidado para a prevenção e tratamento destas possíveis complicações, realizando os procedimento sempre em ambiente seguro, com técnicas reconhecidas por literaturas científicas.

👋 Olá, como posso ajudar?