Bloqueio do nervo pudendo para dores na pelve

bloqueio do nervo pudendo

A Medicina Intervencionista é uma ferramenta muito valiosa no tratamento de determinadas dores. Um bom exemplo é a neuralgia do pudendo, desconforto que se manifesta em homens e mulheres na região da pelve.

Causa da dor no nervo pudendo

Quando há a compressão deste nervo por algum fator (quedas, infecções, parto normal e até exercícios físicos como o ciclismo), a pessoa pode sentir dores frequentes, incômodos e formigamentos na virilha, na parte inferior dos glúteos e nas regiões genitais.

Como é o procedimento

O médico intervencionista pode fazer o diagnóstico e tratamento destes casos por meio de uma técnica chamada de bloqueio. Com a inserção de uma pequena agulha (guiada por imagens em tempo real), é possível aplicar substâncias anestésicas neste nervo, que irão desativar a sua sensibilidade permanentemente ou temporariamente, acabando com a dor. Em alguns casos em que a dor persiste, o procedimento pode ser feito por neuromodulação com uso de radiofrequência ou mesmo com neuroestimuladores.

Pós-procedimento

O paciente é liberado logo após o procedimento, que é feito em consultório e sem a necessidade de anestesia.

Para saber mais sobre procedimentos minimente invasivos confira o site do Dica Médica.

2 respostas

  1. Ola dr…
    Cerca de um ano eu cai…e tbem tive o intestino muito preso oque veio a provocar dor no nervo do pudendo e no perineo..
    Ja fui em 2 ortopedistas que nao souberam diagnosticar e 1 Neuro.
    Qual sao os exames que podem ser realizados pra diagonsticar se e nervo do pudendo? Me ajude

    1. Bom dia Sra. Maria,
      O melhor exame para diagnosticar se suas queixas são relacionadas ao nervo pudendo é o exame físico.
      Os exames de radiologia (ultrassonografia e ressonância) servem mais para afastar outras possíveis causas.
      Seria interessante a senhora consultar um médico especialista.
      Ficamos à disposição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × quatro =