Rizotomia facetária por radiofrequência: uma solução para dores nas costas

Se você está enfrentando dores crônicas nas costas e todas as tentativas de tratamento até agora não foram eficientes, a rizotomia facetária por radiofrequência pode ser uma boa opção. Essa abordagem terapêutica não invasiva tem apresentado resultados satisfatórios, proporcionando aos pacientes uma melhoria significativa na qualidade de vida.

 

Quando a rizotomia facetária por radiofrequência é indicada?

A rizotomia facetária por radiofrequência é um procedimento minimamente invasivo que visa aliviar a dor nas costas com origem nas facetas articulares – pequenas conexões entre as vértebras da coluna. 

Quando essas articulações estão inflamadas ou danificadas, podem causar dores crônicas e limitar a mobilidade do paciente. A rizotomia facetária por radiofrequência envolve a interrupção dos sinais de dor transmitidos pelos nervos responsáveis por inervar essas articulações.

A técnica normalmente é indicada para pacientes que não apresentaram melhora com os métodos tradicionais, como uso de medicamentos, fisioterapia, RPG, pilates, etc.

 

Como é feita a rizotomia facetária por radiofrequência?

Para iniciar o procedimento, o paciente é submetido apenas a anestesia local ou sedação, oferecendo maior conforto e menos riscos. Para a realização, o médico guia uma pequena agulha especial com auxílio de exames de imagem até alcançar a região próxima ao nervo que está transmitindo os sinais de dor. 

Em seguida, eletrodos são colocados através da agulha e enviam ondas de radiofrequência controladas para interromper a transmissão dos sinais de dor. Esse processo é repetido para cada nervo envolvido na região.

A temperatura e o tempo de lesão são cuidadosamente controlados e os nervos lesados não têm função motora – não havendo danos na função motora de outras partes. A rizotomia facetária por radiofrequência proporciona mais qualidade de vida e bem-estar, com menos dor e risco.

Por se tratar de uma técnica não invasiva, normalmente o paciente recebe alta hospitalar no mesmo dia do procedimento, não necessitando de internação.

Se deseja saber mais sobre a medicina intervencionista, continue acompanhando o Portal Dica Médica para encontrar diversos conteúdos informativos de qualidade. Você também pode clicar aqui e preencher um rápido cadastro para solicitar um atendimento. Continue acompanhando o Portal Dica Médica também pelo Instagram e Facebook

Esclareça suas dúvidas ou agende uma consulta com um médico especialista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esclareça suas dúvidas ou agende uma consulta com um médico especialista

Favor preencher os seus dados