Neurólises de plexos nervosos

Neurólise é a destruição deliberada de um nervo ou uma rede de entrelaçamento de nervos (plexo) com o objetivo de proporcionar alívio permanente da dor, interrompendo a transmissão de sinais de dor nos nervos.

Bloqueio dos nervos ou plexo referem-se a bloquear temporariamente a função de um nervo por injeção de analgésicos para a área em torno do nervo afetado, bloqueando, assim, a transmissão de sinais de dor. Isso desativa temporariamente o nervo, sem causar danos permanentes. A neurólise é realizada com substância líquida ou radiofrequência para determinar uma lesão no nervo, de modo que este perca sua função por mais tempo, evitando que continue transmitindo o impulso doloroso.

Como é feita a neurólise de plexos nervosos?

No procedimento de neurólise, há um número de técnicas que o Radiologista Intervencionista pode usar. O método mais comum de causar destruição permanente do nervo é a injeção de um produto químico, tal como álcool ou fenol. Alternativamente, o Intervencionista pode optar por utilizar técnicas de ablação térmica para destruir os nervos. Nesses casos, será inserida uma agulha ou uma sonda térmica na área, de modo que entre em contato com o nervo ou plexo.

Na realização de um bloqueio de nervo, o Radiologista Intervencionista utilizará uma agulha fina para injetar anestésicos (por vezes misturado com medicamentos anti-inflamatórios) na área em torno dos nervos responsáveis pela dor. Como esses procedimentos são realizados sob a orientação de imagem, o Intervencionista pode ter como alvo uma área precisa, o que reduz o risco de complicações.

Quando este procedimento é indicado?

A neurólise pode ser utilizada para tratar dor crônica de diversas origens . Dores abdominais e pélvicas crônicas, dores no períneo, síndrome de dor complexa regional, dor de origem oncológica, dores relacionadas a alterações pós-cirúrgicas ou pós-traumáticas, podem ser controladas com esse procedimento.

👋 Olá, como posso ajudar?