Embolização pré-operatória de tumores cranianos

Os tumores (neoplasias) do sistema nervoso central são preferencialmente tratados por ressecção cirúrgica. Existem alguns tipos de tumores, como por exemplo os megingeomas e os paragangliomas (também chamado de glomus) que são considerados hipervasculares, ou seja, recebem sua nutrição através de artérias calibrosas, geralmente de ramos da artéria carótida externa.

Durante as ressecções cirúrgicas dos tumores hipervasculares pode ocorrer perda sanguínea importante, e por isso o Neurocirurgião em parceria com o Radiologista Intervencionista podem indicar uma Embolização tumoral pré-operatória.

Como é realizado este procedimento?

A Embolização dos tumores do sistema nervoso central é realizada durante um procedimento de arteriografia por meio de cateterismo. Trata-se de um procedimento moderno, com utilização de recursos tecnológicos que permitem que a técnica seja realizada com apenas um pequeno furinho na virilha ou no punho.

Após ter sido feita a punção, um pequeno cateter é introduzido por meio desse furinho, de forma indolor, e a partir desse cateter um outro cateter milimétrico é navegado até as artérias que nutrem o tumor a ser tratado. Em seguida, um material embolizante (geralmente pequenas partículas sintéticas) é injetado no interior desses vasos, a fim de obstruir o seu fluxo sanguíneo. Com isso o tumor passa a receber pouca nutrição e permite uma ressecção cirúrgica com menor perda sanguínea e melhorando a possibilidade de ressecção total da lesão.

Existem riscos relacionados a este tipo de procedimento?

Todo procedimento médico contempla alguns riscos. Entretanto, de modo geral, os métodos intervencionistas são aqueles que apresentam os menores índices de complicações. Dos riscos possíveis, os principais são observados no local da punção na virilha ou no punho, como por exemplo um hematoma. Como trata-se de um procedimento altamente complexo, algumas complicações graves raras podem ocorrer, como por exemplo uma isquemia cerebral, déficit neurológicos irreversíveis e até mesmo óbito. Os médicos do Dica Médica tomam todo o cuidado para a prevenção e tratamento destas possíveis complicações, realizando os procedimento sempre em ambiente seguro, com técnicas reconhecidas por literaturas científicas.

👋 Olá, como posso ajudar?