Biópsia hepática percutânea

Biópsia é um procedimento que tem por objetivo coletar amostras de tecido ou órgão do corpo para posterior análise histopatológica e laboratorial, estabelencendo-se um diagnóstico.

Quando a biópsia de fígado está indicada?

A biópsia de fígado costuma ser indicada em pacientes que apresentam uma das seguintes situações: 

  1. Alterações persistentes em exames de sangue sem causa definida (ex: aumento de transaminases ou de enzimas canaliculares);
  2. Perda de funcionalidade do fígado sem causa definida (ex: distúrbios de coagulação, perda de proteínas excessivas);
  3. Estadiamento do nível de gordura no fígado (conhecido como esteatose hepática ou NASH);
  4. Diagnóstico e estadiamento de fibrose e cirrose hepáticas;
  5. Diagnóstico, estadiamento e seguimento de doenças hepáticas crônicas (hepatites B e C, hepatite auto-imune, entre outras);
  6. Diagnóstico e estadiamento de doenças biliares (Ex: colangite esclerosante, cirrose biliar);
  7. Presença de nódulo (tumor) no parênquima hepático ou nas vias biliares, para diferenciar entre nódulo benigno e maligno;
  8. Seguimento de pacientes submetidos à transplante hepático.

Como é realizada a biópsia de fígado?

A biópsia hepática percutânea é um procedimento minimamente invasivo, sem necessidade de cortes, geralmente realizada apenas com uso de anestesia local. O médico Radiologista Intervencionista consegue obter o material necessário a ser examinado por meio de um conjunto de agulhas especiais. Para poder realizar o procedimento com segurança são utilizados métodos de imagem que orientam a precisa localização da lesão, geralmente por ultrassonografia. 

Os médicos cadastrados no Dica Médica indicam que a biópsia seja feita em um hospital-dia, onde os pacientes ficam em observação com monitorização de enfermagem e apoio médico por um período de 4-6 horas após o procedimento. Após esse período os pacientes recebem alta e podem voltar às atividades habituais no dia seguinte. 

Existem riscos relacionados a este tipo de procedimento?

Todo procedimento médico contempla alguns riscos. Entretanto, de modo geral, os métodos intervencionistas percutâneos são aqueles que apresentam os menores índices de complicações. Dos riscos possíveis os principais são dor no local e/ou no ombro direito e um pequeno sangramento ao redor do órgão biopsiado. Os médicos do Dica Médica tomam todo o cuidado para a prevenção e tratamento destas possíveis complicações, realizando os procedimento sempre em ambiente seguro, com técnicas reconhecidas por literaturas cientifícas.

👋 Olá, como posso ajudar?