O que é a embolização esplênica?

embolização esplênica

No vídeo abaixo é possível observar o antes e o depois do tamanho de um baço após a realização de um procedimento de embolização seletiva da artéria esplênica – aquela que vasculariza o órgão.

Em diversos casos, especialmente em paciente oncológicos, pode haver destruição acentuada de plaquetas por uma hiperfunção do baço, acarretando em riscos elevados de sangramentos.

Ao realizar a embolização esplênica, o médico intervencionista faz com que parte do órgão pare de receber nutrição sanguínea e com isso regulando a sua funcionalidade e controlando o nível das plaquetas na corrente sanguínea.

Este procedimento é realizado de forma minimamente invasiva, com anestesia local ou leve sedação, e o paciente fica internado de 12 a 24 horas apenas

Com o êxito neste procedimento, o paciente pode fazer o tratamento quimioterápico com menores riscos de complicações!

Encontre o médico intervencionista especialista mais próximo de você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 + 3 =