EMBOLIZAÇÃO DA PRÓSTATA

Artigo escrito e revisado por:  Dr. Rafael Dahmer Rocha – Médico Radiologista Intervencionista
Publicado em: 02/05/2022 às 15h00

Tempo de leitura: 7 min

Breve descrição: A embolização da próstata é um procedimento moderno minimamente invasivo indicado para pacientes portadores de próstata aumentada (Hiperplasia Prostática Benigna – HPB).

 [Se você é profissional da saúde ou quer ler esse artigo em uma linguagem mais técnica clique aqui]

Resumo do Artigo: 

O que é a Embolização da Próstata?

A embolização da próstata, ou embolização prostática, é um procedimento minimamente invasivo, ou seja, realizado sem a necessidade de cortes. 

O procedimento é realizado por meio de um conjunto de cateteres que são introduzidos por meio de um pequeno furo (punção) feito na artéria da virilha ou do punho do paciente. 

Consequentemente, a recuperação do paciente é mais rápida, já que foi evitada uma intervenção cirúrgica tradicional, além do benefício da grande redução dos riscos inerentes a este tipo de procedimento médico

Para quem a Embolização é uma boa opção de tratamento?

Atualmente com o avanço tecnológico há diversas técnicas para o tratamento da próstata aumentada e é muito importante conhecer os pontos positivos e negativos de cada tipo de procedimento, já que existem métodos mais e menos invasivos. 

De modo geral a embolização é uma boa opção nessas situações:

  • Pacientes com sintomas urinários moderados ou severos;
  • Pacientes com próstatas grandes (maiores do que 50 gramas);
  • Pacientes que não desejam realizar tratamentos cirúrgicos (RTU, greenlight, holep, prostatectomia, entre outros);
  • Pacientes que tem receio de apresentar ejaculação retrógada (popularmente conhecido como osgarmo seco);
  • Pacientes que apresentam efeitos colaterais com o uso das medicações para tratamento da HPB;
  • Pacientes com comorbidades cardíacas, pulmonares ou renais;
  • Pacientes que utilizam medicações que afinam o sangue (anticoagulantes e antiagregantes plaquetários).
embolização incontinência urinária

Como é o procedimento de embolização ?

O paciente recebe anestesia local na região onde será feita a punção, que é um pequeno furo por onde será introduzido o cateter. Geralmente essa punção é realizada na virilha ou no punho.  

Depois de puncionada a artéria do paciente, um cateter de 1,7 milímetro é inserido e direcionado pelo médico intervencionista até as artérias que levam sangue para a região pélvica do paciente guiando-se com imagens em tempo real (imagens de raio-x com aparelho de hemodinâmica). 

A partir daí um cateter minúsculo (com menos de 1 milímetro de diâmetro) é posicionado dentro das artérias que levam o sangue para a próstata.

Embolizacao da prostata

Nesse local são injetadas pequenas partículas de gelatina que  irão obstruir o fluxo sanguíneo da região crescida da próstata que causa a HPB. 

A próstata recebendo menos sangue irá murchar, diminuindo o seu tamanho e aliviando os sintomas urinários.

Todo o procedimento de embolização é indolor e dura em média duas horas.

* No vídeo abaixo você pode conferir detalhes de como o procedimento de Embolização da Próstata é realizado. 

Resultados esperados com a embolização da HPB

A próstata recebendo menos sangue após a embolização irá murchar (como se fosse uma ameixa seca), diminuindo o seu tamanho, e consequentemente, desobstruindo o canal da uretra, diminuindo ou cessando completamente os sintomas.

A taxa de sucesso clínico (quando os pacientes sentem-se satisfeitos com o resultado) é superior a 90%, mesmo nos casos de próstatas bastante grandes (maiores que 80 gramas). 

A melhora dos sintomas tem uma duração média de 5 anos, porém podem permanecer por mais tempo variando conforme idade, tamanho da próstata e os sintomas apresentados.

A embolização pode ser repetida sempre que necessário e não causa nenhuma interferência caso outro procedimento venha a ser realizado posteriormente.

Após a embolização a próstata reduz o seu tamanho médio em até 40-50%.

A redução do tamanho inicia por volta de 20 dias e ocorre até os 6 meses após o procedimento. 

Recuperação após a embolização prostática

O paciente que realiza a embolização prostática permanece em observação pelo período de quatro a seis horas. Depois disso, ele é liberado para retornar para casa. 

Geralmente, o homem está apto para retornar ao trabalho no dia seguinte ao procedimento, recomendando-se ficar sete dias sem realizar atividades físicas intensas.

Na primeira semana após a embolização podem ocorrer o sintomas leves, como aumento da frequência urinária, ardência ao urinar, dificuldade em conter a urina, dor sobre a bexiga.

A embolização não altera a ereção e mantém preservadas a ejaculação e a continência urinária sendo esses os principais benefícios em relação aos demais procedimentos.

A embolização é o melhor tratamento pra mim?

O tratamento ideal para um paciente é sempre algo muito particular e depende de muitas variáveis. Para dar uma orientação responsável, a recomendação é que faça uma consulta com um médico especialista em radiologia intervencionista. 

O Portal Dica médica seleciona profissionais qualificados, certificados e experientes para ajudar os pacientes a fazer esta avaliação se o tratamento seria adequado ao seu caso específico. 

Clique aqui para acessar nossa galeria com os principais questionamentos dos pacientes em relação à Embolização.

Esclareça suas dúvidas e encontre o médico mais perto de você. 

2 respostas

    1. Boa noite Sr. Edson, tudo bem?
      O investimento totalmente particular do procedimento de Embolização Prostática pode ter uma variação dependendo de paciente para paciente e da cidade / hospital. O custo médio com anestesia local fica aproximadamente R$20-25 mil reais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × quatro =